Exercício de leitura e de classes de palavras

animbarc.gif

Lê o texto e indica classe a que pertencem as palavras.
Texto: O vento afastou as folhas da laranjeira e deixou à mostra o céu verdadeiro, lá em cima. Estava polvilhado de estrelas até ao infinito. E a formiga não tirava os olhos daquela amplidão, extasiada, murmurando: -Era isto que a minha avó chamava o firmamento!
De repente ouviu por trás dela, mas vinda de muito longe, do alto, uma gargalhada que ficou a ribombar pelos céus fora como um trovão
. E, olhando o céu, a formiga viu uma estrela mais brilhante que as outras, que lhe disse: -Eu sou um astro! Sou um planeta, o mais brilhante do firmamento!
-Julguei que eras uma estrela! Assim tão brilhante!
- Não, não sou. Mas eu e o Sol vivemos muito perto um do outro, somos vizinhos. Ele empresta-me a luz, à noite quando se deita, até ao outro dia de manhã, quando se levanta, para eu ficar toda a noite no meu giro. (Ricardo Alberty, adaptado)
O - / vento - / afastou - / as - / folhas -
da - / laranjeira - / e - / deixou - / à -
mostra - / o - / céu - / verdadeiro -
- / em cima - / Estava - / polvilhado -
de - / estrelas - / até - / ao / infinito -
E - / a - / formiga - / não - / tirava -
os - / olhos - / daquela - / amplidão - / extasiada -
murmurando - / Era - / isto - / que - / a -
minha - / avó - / chamava - / o / firmamento -
De repente - / ouviu - / por trás / dela -
mas - / vinda - / de - / muito - / longe -
do - / alto - / uma - / gargalhada - / que -
ficou a ribombar pelos - céus fora - como um trovão.