Completa os espaços com a palavra ou expressão da lista apresentada.

AG00578_.gif

Escreva nos espaços em branco as palavras adequadas.

LISTA: demais; de mais; a fim de; a fim de que; afim (afins); senão; se não; porque; por que; porquê.

Clique em "Verificar" para verificar as respostas.
1. Escreve-se SE NÃO (se: conjunção; não: advérbio): Se não fosse atrevida, a Capuchinho vermelho não tinha arranjado problemas. 2. Escreve-se SENÃO .com o sentido de “quando não": Despacha-te, senão tens falta. /.com o sentido de "apenas": Não tenho senão cinquenta cêntimos./ .com o sentido de exceto: Ninguém foi à aula senão o Zé.
2. De mais significa demasiado, a mais. É o oposto de "de menos". Ex. Ela é bonita de mais. Ele come de mais, por isso está gordo! Está calor de mais para o meu gosto.b) Demais pode significar: 1. além disso, de resto Ex. Chega de conversas; demais, dói-me a cabeça. Escreve-se DE MAIS, com o sentido de "demasiado, "a mais": Já estás a falar de mais. DEMAIS, com o sentido de "os outros", "os restantes": Ex. A Maria e os demais alunos não tiveram aulas. Ex. Portugal e os demais países da Europa têm de cumprir o pacto de estabilidade.
3.Usamos por que: nas frases interrogativas (que não seja no final de frase) e quando for substituível por pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais: ex.: “Por que parou?”; E eles, por que pararam? - Nota: que se subentende a palavra motivo: E eles, por que (motivo) pararam. As dificuldades por que passei foram muitas (As dificuldades pelas quais passei foram muitas).
Usamos por quê: quando essa expressão estiver próxima de final de frase: “Parou por quê ?”; Ninguém sabe por quê. Porque é uma conjunção que indica causa, equivalendo a pois, já que, uma vez que, como: ex. Parei porque vi violência” Sei que tudo vai dar certo porque não falta empenho. *Algumas vezes, porque indica finalidade, equivalendo a para que, a fim de: ex.: Não julgues porque não te julguem. *Escreve-se porquê, quando essa palavra estiver substantivada (antecedida de artigo ou pronome): O porquê da questão não foi esclarecido; Um porquê pode ser grafado de quatro maneiras.
LISTA: demais; de mais; a fim de; a fim de que; afim (afins); senão; se não; porque; por que; porquê.
1.Falou e não tocou no âmago da questão. 2.Estes dois grupos têm uma tarefa fora da escola. Os devem permanecer na biblioteca.
3.Não se deve comer nem de menos. 4.Foi uma imprudência não terem levado uma gabardina; a mais, já chuviscava quando saíram de casa.
5.Ninguém deixou a zona do piquenique suja um grupo da turma Z. 6. seguires os conselhos do médico, poderás ter uma recaída.
7.Se a turma concordar, faremos uma visita ao convento de Tomar; visitaremos o Parque de Montezinho, em Bragança.
8.Do choque entre dois veículos não restam amálgamas de chapa. 9. Levantou-se demasiado tarde, motivo chegou atrasado à primeira aula.
10.Queria saber a razão foi excluído do concurso para aquele emprego. 11.O motivo ele ficou doente é a consequência do excesso de cerveja que bebeu.
12. será que há tanta poluição sonora? 13. gastar quantias exorbitantes em roupas apenas ostentam uma marca?
14.Trabalhámos obtermos bons resultados. 15.O director de turma planeou muito bem a viagem todos tirassem dela o máximo partido.
16.Todos os dias faço exercício me manter em forma física. 17.Temos duas disciplinas cujos conteúdos são bastante .
18.Não estejas muito preocupada com esta situação. Os meus pais tiveram um problema e ultrapassaram-no facilmente.