Curiosidades e conselhos, poema lacunar

06.gif

Lê todo o texto com atenção e escreve as palavras em falta. O contexto dir-te-á qual é a melhor opção. Podes recorrer às pistas ao lado de cada palavra ou clicando no botão "Pista".
   cama      chorar      chuva      contrário      dentes      mel      ovos      retrete      velas   
Este poema é de Luísa Ducla Soares, do seu livro intitulado "Poemas da Mentira e da Verdade". Esta poetisa nasceu em Lisboa em 1939, onde se licenciou em Filologia Germânica. O seu primeiro livro de poesia data de 1970 e intitula-se "Contrato". Tem-se dedicado como estudiosa e autora à literatura infanto-juvenil. Publicou 45 obras infanto-juvenis. Podes encontrar mais informação sobre esta poetisa nos seguintes sítios da Internet: http:/www.app.pt/nte/luisads/ e http:/www.nonio.uminho.pt/Netescrit@3/
TUDO AO CONTRÁRIO
O menino do contra
queria tudo ao :
deitava os fatos na
e dormia no armário.
Andava, corria
de pernas para o ar;
se estava contente,
punha-se a .
Escrevia no lápis
com um papel;
achava salgado
o sabor do .
Das cascas dos
fazia uma omolete;
para tomar banho
usava a .
Molhava-se ao sol,
secava na
e em cada pé
usava uma luva.
No dia dos anos
teve dois presentes:
um pente com
e um bolo com .

Luísa Ducla Soares